Oi, minha irmã tem 28 anos e o olho dela fica muito irritado. Ela já foi ao oftalmo, fez tratamento na vista e da última vez que ela foi ele falou que o problema dela pode ser alérgico. Será que tem como saber o que causa esta alergia?

Sobre: Alergia e Imunologia Pediátrica

Oi, minha irmã tem 28 anos e o olho dela fica muito irritado. Ela já foi ao oftalmo, fez tratamento na vista e da última vez que ela foi ele falou que o problema dela pode ser alérgico. Será que tem como saber o que causa esta alergia? - 28/09/2016

Sim, tem.

Comparecendo ao Alergista e contando a história em detalhes, após o exame físico já há hipóteses diagnósticas mais e menos prováveis.

Podem ser necessários exames complementares.

- 31/10/2016
Obrigado
0
0 especialistas concordaram

Conjuntivite alérgica é um diagnóstico comum em nosso meio. Caracteriza-se por coceira, lacrimejamento e vermelhidão do olho. O alérgeno mais comum são os ácaros da poeira, embora fungos, epitélios de animais também possam estar envolvidos. Sugiro procurar um alergista para realizar testes que possam elucidar a questão e orientar no tratamento adequado.

- 08/11/2016
Obrigado
0
0 especialistas concordaram
Silvio Figueiredo Lima Filho
Alergia E Imunologia
Alergia E Imunologia Pediátrica
47
2
26

Os olhos têm uma grande sensibilidade para as alergias. Muitas vezes, este é o primeiro local onde elas se manifestam, pois a pele é muito fina, diferente da pele das mãos. Por esta razão, pode estar ocorrendo o contato com algum produto que não causa alergia nas mãos, porém ao tocar os olhos ocorre a reação alérgica. Uma das causas mais comuns é o esmalte de unhas. A substância presente nele é a causa da alergia, pode ser identificada por meio de um TESTE DE CONTATO. Esta substância pode também estar presente em outros produtos como materiais de limpeza, xampus, condicionadores, sabonetes, tintas em geral, tintas de impressoras, outros cosméticos, etc. Por esta razão, o simples fato de evitar o esmalte pode não trazer as melhoras desejadas. Um especialista pode fazer o TESTE DE CONTATO, identificar a causa do problema e orientar de forma correta para fazer a prevenção. Isto é muito importante pois, apesar das melhoras que os medicamentos locais podem produzir, o uso repetido e prolongado deles pode ocasionar efeitos colaterais, que variam desde a atrofia da pele, formação de estrias na face, perda da elasticidade com surgimento de rugas, dilatação permanente dos vasos sanguíneos ao redor dos olhos e, glaucoma com consequente comprometimento da visão.

- 15/11/2016
Obrigado
0
0 especialistas concordaram
Reynaldo Eugenio Herdy Afonso
Alergia E Imunologia
Dermatologia
1
0
0

Tem alguma dúvida sobre Alergia e Imunologia Pediátrica?

Pergunte diretamente a um especialista

Ver mais perguntas
Atenção: as informações contidas nesta página não visam substituir as orientações do seu médico. Sua pergunta será encaminhada aos especialistas do catalogo.med.br, não sendo obrigatoriamente respondida pelos profissionais listados acima.
Login Centralx
Localização