Rim Policístico Autossômico Recessivo

Descrição

Transtorno genético com herança autossômica recessiva caracterizado por CISTOS múltiplos em ambos RINS e associado a lesões no FÍGADO. Manisfestações sérias, normalmentes estão presentes ao NASCIMENTO com alta MORTALIDADE PERINATAL.

Também conhecido como

Doença do Rim Policístico Autossômico Recessivo - Doença Renal Policística Autossômica Recessiva - Nefropatia Policística Autossômica Recessiva - Rim Policístico Infantil Tipo I - Rim Policístico Neonatal Tipo I

Ver mais
1
1
0
21

Tem alguma dúvida sobre Rim Policístico Autossômico Recessivo?

Pergunte diretamente a um especialista

Perguntas respondidas por especialistas

Meu diagnóstico na tomografia foi: rim direito de dimensões reduzidas, com áreas de afilamento da cortical relacionado à sequela de processo inflamatório pregresso. Isso é grave? Qual o tratamento? É feita cirurgia? - 25/12/2014

Olá, Bom dia! Antes de tudo quero salientar a importância de que busque um médico especialista com conhecimento em todo o seu histórico de saúde. Indico preferencialmente um nefrologista ou urologista para particularizar o seu caso em questão. Ressalto que as opiniões emitidas por pessoas alheias a seu histórico de saúde completo e detalhado só estarão correlacionando dados com esse achado radiológico específico, e não com sua condição particular de saúde/doença. Com isso em mente, compartilho algumas informações genéricas sobre esse achado: as dimensões renais reduzidas, associadas ao afilamento do córtex renal podem estar associadas a diversas condições patológicas condensadas sob o termo nefropatia crônica. Dentre elas são comuns os quadros hipertensivos tardios (geralmente bilaterais), infecção renal crônica (que pode ser unilateral), algum estado adquirido na fase gestacional ou herdado, a obstrução de uma artéria renal, obstrução prolongada do sistema pielocalicial (Potter IV), etc. O fato é que a informação radiológica isolada nada esclarece. Existe a necessidade de que o médico assistente correlacione o achado com o quadro clínico do paciente: mulher ou homem? É hipertenso? Diabético? Infecções renais de repetição? A patologia afetou ambos os rins? Existe a retensão de escórias nitrogenadas? Exames radiológicos prévios dos rins para comparação? Como está a função renal e hepática global? Existe algum estigma sindrômico? etc. A prática da Medicina, quanto ao diagnóstico nosológico, é como montar um quebra-cabeças. Cada elemento vai sendo somado ao próximo para embasar o diagnóstico definitivo. Algumas patologias são mais comuns em homens ou mulheres, afetam uma determinada faixa etária, tem maior incidência em certas raças, podem estar correlacionadas com áreas endêmicas, etc. O tratamento é a última definição, só indicado após as investigações conclusas ou nos casos sintomáticos. Portanto, faço votos para que encontre o melhor especialista e que o seu tratamento e dúvidas sejam sanadas rapidamente. Abraço, Dr. Leandro.

- 09/02/2015
Obrigado
21
0 especialistas concordaram
Leandro Nunes Azevedo
Radiologia E Diagnóstico Por Imagem
Ultra-Sonografia em Ginecologia E Obstetrícia
2
0
21

Veja médicos próximos que tratam Rim Policístico Autossômico Recessivo: informe sua cidade

Ver mais perguntas
Atenção: as informações contidas nesta página não visam substituir as orientações do seu médico. Sua pergunta será encaminhada aos especialistas do catalogo.med.br
Login Centralx
Localização