Perguntas sobre Neonatologia

Quando tratada a apneia respiratória, ainda assim futuramente a criança corre riscos? - 18/05/2017

A apneia neonatal é uma doença típica do RN prematuro, mas pode indicar que alguma coisa não vai bem... como, por exemplo, a existência de um processo infeccioso ou um equivalente convulsivo... a sua incidência dificilmente passa das 35 semanas de idade gestacional corrigida e o medicamento de escolha é a cafeína, se persistir após esse período de vida devem ser realizadas maiores investigações que podem ser conduzidas pelo neonatologista em conjunto com o neuropediatra.

- 05/06/2017
Obrigado
1
0 especialistas concordaram
Augusto Cesar Machado
Neonatologia
Pediatria
12
0
3
Minha filha perdeu um bebê logo após o parto devido a uma hérnia diafragmática. Se ela engravidar novamente, corre o risco de ter o mesmo problema? - 24/02/2017

A hérnia diafragmática acomete cerca de 1-2% das gestações e pode estar associada a síndromes genéticas, como a trissomia do 18 e a Síndrome de Cornélia de Lange. O ideal seria que tivesse sido realizado um estudo genético no bebê que foi acometido para verificar a existência dessas alterações. No que diz respeito à possibilidade de reincidência da doença em próximas gestações, é possível sim, mas a incidência não ultrapassará a da população normal. Um aconselhamento genético do casal também é aconselhado.

- 05/06/2017
Obrigado
1
0 especialistas concordaram
Augusto Cesar Machado
Neonatologia
Pediatria
12
0
3
Meu bebê nasceu com desconforto respiratório, está internado em observação. Com o passar do tempo, a criança pode vir a adquirir alguma sequela? Que tipo de doença? - 24/02/2017

Os casos de síndrome do desconforto respiratório tipo 1, também chamada de doença de membrana hialina, estão associados a nascimentos prematuros os quais nos casos mais intensos (quanto mais prematuro maior é a possibilidade) podem cursar em crianças mais velhas que passaram por esse processo com displasia broncopulmonar, com a síndrome do lactente sibilante ou asma brônquica. Já na síndrome do desconforto respiratório tipo 2, chamada também de taquipneia transitória do recém-nascido, a possibilidade de evoluir com uma doença pulmonar crônica é pouco provável.

- 05/06/2017
Obrigado
0
0 especialistas concordaram
Augusto Cesar Machado
Neonatologia
Pediatria
12
0
3
Com quanto tempo um bebê prematuro de 35 semanas fica em neonatal por problemas respiratórios? - 01/11/2016

Isso é muito variável... de três até dez dias dependendo do que gerou o desconforto respiratório.

- 05/06/2017
Obrigado
0
0 especialistas concordaram
Augusto Cesar Machado
Neonatologia
Pediatria
12
0
3

Tem alguma dúvida sobre Neonatologia?

Pergunte diretamente a um especialista

Atenção: as informações contidas nesta página não visam substituir as orientações do seu médico. Sua pergunta será encaminhada aos especialistas do catalogo.med.br, não sendo obrigatoriamente respondida pelos profissionais listados acima.
Login Centralx
Localização