Perguntas sobre Psiquiatria

Compulsão alimentar deve ser tratada pelo psiquiatra? - 07/06/2019

Primeiramente, é importante que você faça um diagnóstico correto, com psiquiatra com experiência em transtornos alimentares, porque nem sempre o que os pacientes chamam de "compulsão" recebe o mesmo diagnóstico. Comer demais, por exemplo, nem sempre é compulsão. Além disto, episódios isolados de comer compulsivo podem ser encontrados em transtornos como, por exemplo, a bulimia. Após o diagnóstico correto, pode-se decidir se existe indicação de tomar alguma medicação (com psiquiatra) ou se só há necessidade de psicoterapia. Em psicoterapia, a terapia cognitivo-comportamental (TCC) e a terapia de aceitação e compromisso (ACT) tem bons resultados em transtornos de alimentação e podem ser feitas por psiquiatras ou psicólogos experientes.

- 08/06/2019
Obrigado
0
0 especialistas concordaram
Ivan Mario Braun
Psicoterapia
Psiquiatria
390
18
816
Ver as 2 respostas
Tomei a fluoxetina só por 1 semana, depois que parei parece que não me reconheço mais, estou me sentindo aéreo, meio lesado, já tem 3 meses isso. - 07/06/2019

A fluoxetina é usada principalmente para tratamento de quadros ansiosos e de depressão e, geralmente, há necessidade de pelo menos 2 a 3 semanas para se ter algum efeito positivo. Assim, se você tomou por apenas uma semana (se o remédio tiver sido bem indicado) perdeu, justamente, a possibilidade de ter os efeitos positivos. A suspensão da fluoxetina, por outro lado, não costuma dar quadros de abstinência, então é possível que o que você sente esteja relacionado ao fato de você não ter tratado corretamente seu transtorno (ansiedade? depressão?). Volte ao seu médico e converse sobre o que ocorreu, para ele poder orientá-lo corretamente.

- 08/06/2019
Obrigado
0
0 especialistas concordaram
Ivan Mario Braun
Psicoterapia
Psiquiatria
390
18
816
Bom dia, tenho uma pessoa na família que precisa de diagnóstico de um possível problema de TDAH. Que profissional precisamos ir pra diagnosticar e tratar? Como é o tratamento? - 31/05/2019

Você deve procurar um psiquiatra ou neurologista que tenha experiência com TDAH. O diagnóstico não é difícil, nem o tratamento, mas por vezes alguns profissionais não são suficientemente cuidadosos: não basta que uma pessoa tenha dificuldades de concentração, de prestar atenção e seja mais agitada para se fazer o diagnóstico - há uma série de critérios. O tratamento pode ser medicamentoso ou psicológico (principalmente terapia cognitivo-comportamental ou cognitivo-comportamental) e, frequentemente, os dois tipos de tratamento são indicados para serem feitos na mesma pessoa. De modo geral, em casos mais leves e em crianças menores, o tratamento psicológico é preferido. Entretanto, quando o diagnóstico é bem feito, o tratamento medicamentoso costuma, frequentemente, ter efeitos rápidos e muito favoráveis. O tratamento medicamentoso principal, no Brasil, é feito com os medicamentos metilfenidato ou lisdexanfetamina, que só podem ser prescritos por especialistas.

- 01/06/2019
Obrigado
1
0 especialistas concordaram
Ivan Mario Braun
Psicoterapia
Psiquiatria
390
18
816
Qual melhor remédio para abstinência? - 21/05/2019

Depende da droga à qual você se refere. Para o álcool, geralmente se usam benzodiazepínicos; para a heroína, clonidina, metadona; para a nicotina, uma das drogas usadas é a própria nicotina; para a cocaína e para a maconha, não há nenhum remédio específico. Fale com seu psiquiatra e peça orientação específica para seu caso, porque mesmo nos casos em que existe remédio, o uso só pode ser feito sob acompanhamento médico regular.

- 22/05/2019
Obrigado
1
0 especialistas concordaram
Ivan Mario Braun
Psicoterapia
Psiquiatria
390
18
816
Ver as 2 respostas
Há anos que tenho pesadelos com eletricidade e penso muito na morte, é normal isso? - 16/05/2019

Pesadelos podem ter muitas causas. Às vezes estão associados a problemas psiquiátricos como depressão, outras a transtornos do sono ou mesmo ao uso de algumas medicações. Podem decorrer, também, de alguns problemas psicológicos. De qualquer forma, você dá a entender que trazem sofrimento. Portanto, procure um especialista em sono para orientá-lo. Além disto, você comenta que pensa muito na morte. Novamente, este tipo de pensamento pode estar relacionado à angústia existencial, que em algumas pessoas pode ser maior que em outras, a algum transtorno de ansiedade ou mesmo a um transtorno depressivo. Neste caso, o profissional mais indicado para fazer uma avaliação seria um psiquiatra.

- 16/05/2019
Obrigado
1
0 especialistas concordaram
Ivan Mario Braun
Psicoterapia
Psiquiatria
390
18
816
Ver as 2 respostas
1 - 2 - 3 - 4 - 5 - Última

Tem alguma dúvida sobre Psiquiatria?

Pergunte diretamente a um especialista

Atenção: as informações contidas nesta página não visam substituir as orientações do seu médico. Sua pergunta será encaminhada aos especialistas do catalogo.med.br, não sendo obrigatoriamente respondida pelos profissionais listados acima.
Login Centralx
Localização